A #quarentenafeminista é uma campanha, criada pel'A Coletiva, que surge no contexto da pandemia de COVID-19 que se tem espalhado por todo o mundo.

Quarentena Feminista significa manter as nossas práticas feministas e de sororidade, agora que mais que nunca, temos que ser umx por todxs. 

Quarentena Feminista significa, especialmente, refletir no que nos trouxe até aqui: no vírus do capitalismo que coloca as mulheres desproporcionalmente desfavorecidas em praticamente todas as situações e especialmente nas de crise, que coloca xs trabalhadorxs precárixs novamente em terras de ninguém, que não protege comunidades migrantes, que insiste nos sistemas de opressão com que torneia as pessoas racializadas.

Significa mantermo-nos atentxs agora que muitas pessoas em situação de violência doméstica irão estar confinadas às suas casas com os seus agressores, significa lembrarmo-nos dos e das que não têm casa onde fazer quarentena, significa refletir sobre tantas pessoas da comunidade trans que não têm agora uma comunidade segura onde se resguardar. Significa ainda refletir sobre a situação das trabalhadoras sexuais que, por um lado, não veem o seu trabalho reconhecido enquanto tal e, que portanto, estão mais uma vez completamente desprotegidas face aos cenários que se avizinham. 

Significa reflectir, mais que nunca, para onde queremos caminhar a partir de agora. Os sinais foram dados e ignorados e os resultados estão à vista - mas também foi sinalizado nestes dias, e em tempo recorde, que um outro mundo é possível, que agora é tempo não só de apontar as falhas do sistema, mas começar a construir sobre elas - e isso só se conseguirá com ação coletiva, com vontade mútua, com um feminismo anticapitalista, antirracista e ecossocialista, que reconhece todas as lutas enquanto válidas, e feminismo esse que dá as mãos às causas vizinhas, pois estamos todxs a remar para o mesmo lado. Estamos em quarentena sim, mas em quarentena feminista.

 

O tempo é de contenção e de reflexão, mas é também de pensamento colectivo e de começar tudo agora, para ainda irmos a tempo: a tempo da construção do futuro.

52209%20%5BConvertido%5D-01_edited.png
14
press to zoom
9
press to zoom
2
press to zoom
Informativos
press to zoom
2
press to zoom
Informativos
press to zoom
16
press to zoom
6
press to zoom
1/1